Há lua todos os dias

Atualizado: Mai 6

Aqui no campo tudo é mais intenso. Sente-se tudo no corpo, nos ossos, nos órgãos, na pele.


Na cidade sente-se tudo mais pela superfície. Todos os dias há lua, certo? Mesmo quando invisível está lá. Assim como todos os dias há sol. Mas na cidade podemo-nos facilmente esquecer mesmo que se seja mulher e se seja influenciada pela lua como só as mulheres são. A lua é um astro cíclico e as mulheres também e são por ela reguladas.


Com a aproximação da lua cheia uma onda de energia submerge o corpo. Pode sentir-se uma espécie de enlouquecimento de que a ciência não fala nem explica. O que se faz com esta onda cabe a cada uma decidir. Talvez cantar em altos berros, dançar como se não houvesse amanhã, zangar-se a sério com alguém ou entregar-se ao amor.


Quando as pessoas ligam pouco a estas coisas da relação com a natureza ou não compreendem que são natureza, normalmente irritam-se, discutem e fazem estragos emocionais. É por isso que importa compreender a nossa relação com a lua, o que sentimos quando a lua está cheia, quando está lua nova, quando a lua está em fase crescente e quando está em fase minguante. Para olharmos para a lua temos que esticar um pouco o pescoço e olhar para o céu.


Se te queres conectar à natureza e receber energia de enraizamento e cura, descobre no meu site como.


#sagradofeminino #conexãocomanatureza #cura #desenvolvimentopessoal






11 visualizações